Triângulo Amoroso em Hogwarts – I

Capítulo I – Os Primeiros Sintomas

O ponteiro do da masmorra de Poções indicava as 21:00 horas; a mesma cena se repetia na sala de aula de Transfiguração e nas demais classes. Chegava ao fim mais uma jornada de aulas. Os corredores de Hogwarts mais uma vez enchia-se de alunos que mesclavam-se aos professores rumo ao Salão Principal, ambos para jantar.

Por um milagre, Alvo Dumbledore estava presente neste jantar. Alvo, como de costume, ocupava a cadeira que fica ao meio das demais da mesa dos professores. Ao seu lado direito sentou-se a Profª McGongall e ao esquerdo o Profº Snape. Ao ver Snape, Dumbledore o cumprimentou prontamente:

– Boa noite, Severo. Como vai? Falou um Dumbledore radiante.

– Muito bem, obrigado, Professor Dumbledore. Disse Severo, frio como sempre e virou-se para McGonagall:

– Boa noite, Minerva. Tudo bem? – Por incrível que pareça, Snape sorriu.

– Bem demais, Professor Snape! Reagiu Minerva, com a voz sempre rígida e severo; que virou-se para Alvo:

– Como vai, Alvo? Novidades?

– Oh, Minerva, estou muito bem, exceto… – Alvo interrompeu-se e continuou – Não tenho nenhuma novidade. E a senhora, professora?

– Também não… Somente que… Acho que me apaixonei por um professor, daqui de Hogwarts.

Do lado esquerdo de Dumbledore, Severo se virou para Minerva e perguntou ainda sorridente:

– É mesmo, Minerva?

A professora assentiu, porém foi interrompida por Alvo que levantou-se e começou a falar aos alunos, que estavam apreciando o maravilhoso jantar:

– Todos nós sabemos que tempos difíceis vieram e que piores ficarão. E nesses momentos é imprescindível que fiquemos perto das pessoas que mais amamos. – Dumbledore deu uma rápida e quase e imperceptível olhada de esguelha para Severo e continuou – Precisamos tomar a decisão de nos abrirmos com essas pessoas, afinal, não sabemos o dia de amanhã.

Houve um grande burburinho entre discentes e docentes, que terminaram o jantar e dirigiram-se aos seus aposentos.

    • SABRINA
    • 24 fevereiro, 2011

    AMEI TUDO, HAHHA APESAR DE NÃO SABER QUE DUMBY ERA GAY. FIQUEI PASSADA AMIGO.

    ROGER VOCÊ TEM TALENTO #FIKDIK

    • Cláudia Silva
    • 25 fevereiro, 2011

    Bem, estou a adorar esta história!

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: