Rede Globo x Preconceito

Olá, meus caros! Fiquei demasiado revoltado com as atitudes preconceituosas que a Rede Globo vêm tomando.

Não é de hoje que nós vemos a Rede Globo falar de diversos assuntos como o homossexualismo, o alcoolismo, a violência infantil, a pedofilia entre tantos outros. Mas uma rede que faz diversas campanhas contra todos esses assuntos, não devia demonstrar nenhum ato ou atitude que explicitasse o preconceito. Mas não é isso que acontece.

Não é de hoje que a Globo vêm fazendo sátiras e brincadeiras de mau gosto com os Evangélicos, isso com certeza os afeta,e um bom exemplo desses “ataques” é a novela “América” com a personagem Creuza, que era uma Evangélica de aparência e que no final das contas era uma mulher promíscua e imoral. A Globo acha que os Cristãos gostam disso? Acha que eles não se sentiram ofendidos!?

Mas, a polêmica da vez está envolta na realização do Primeiro Beijo Homossexual Masculino. Sim, meus leitores, a Globo acha que isso é uma coisa imoral e errada. Mas o que eu acho errado é a demonstração de valores éticos e imorais, demonstrados por uma personagem Evangélica, que blasfema totalmente contra às Leis da Igreja.

Outro dia, estava eu assistindo o programa “Afinal, o que querem as Mulheres?” exibido pela Rede Globo e de súbito ouve um “selinho”  entre duas mulheres, o que demonstra uma repulsa da Globo aos Homessexuais Homens. O que a Globo teria contra isso? O Homossexualismo é uma das formas mais antigas de sexualidade e também não é uma opção, é uma escolha. Uma emissora que demonstra isso preconceito contra uma questão tão corriqueira do dia-a-dia atual. Será que a Rede Globo é apenas uma faxada que só serve de aparência?

O homossexualismo, além de ser “difícil” pra quem é, não é uma opção. É como disse Nany People “uma condição”. A Rede Globo tem que deixar de ser hipócrita, falsa moralista e parar para respeitar todas os credos e crenças.

#TioRich A Favor de todas as Crenças e Credos.

    • Geici Hoshi (@geicihoshi)
    • 28 fevereiro, 2011

    Apoiado!
    Um julgado importantíssimo está parado lá no STJ.
    Milhões de casais estão em situação irregular.
    Algumas pessoas querem ser reconhecidas como gente, também!

    Globo, queremos um beijo entre dois homens! Já passou da hora.

    • Geici Hoshi (@geicihoshi)
    • 28 fevereiro, 2011

    #MudaBrasil

    • Lacde
    • 1 março, 2011

    Deve-se ressaltar tb o preconceito que esxiste com relação aos nordestinos.

    Ver uma personagem “nordestina”, como se o termo fosse sinônimo de uma vestimenta ou de um estigma, é para mim repulsivo.

    Os atores são direcionados a terem um comportamento estereotipado. Até hoje não vi uma que não demosntrasse movimentos largos, cacoetes forçosos e um sotaque tão indecifrável quanto inatural.

    Sou baiano, e, só em Salvador, consigo identicar bairros que falam com sotaques diversos. Estabelecer um padrão cultural único aos nordestinos não só demosntra ignorância como desprezo. Imaginem uma novela baiana que tenha uma personagem paulista que fale com sotaque carioca…

    O Brasil tem sua própria experiência com o uso da língua Portuguesa (se levarmos a sério que falamos tal língua). Não será nenhum lusitano que nos dirá o contrário. Da mesma forma, temos que a acabar com a ideia de que existe um jeito certo de falarmos o português ou que há um padrão correto de comportamento.

    Se não fosse pelo Marquês de Pombal, estariámos a falar uma língua que teria saído de um amálgama de dialetos amerídios e africanos com um verniz português.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: