“The King’s Speech”

Como fiquei um tempo ausente do Reino das Fábulas e por isso não postei mais nenhum artigo de minha autoria e com isso, nenhuma crítica de filmes foi postada. Hoje irei postar sobre o filme de 2011, “O Discurso do Rei“.

Alguns dados sobre o longa:

○ Direção: Tom Hooper;

○ ElencoColin FirthGeoffrey Rush; Helena B. Carter;

○ DistribuidoraParis Filmes;

○ Data de estréia11 de fevereiro de 2011.

O Discurso do Rei” é um dos poucos filmes de produção britânica que conseguem ter sucesso e bom resultado em Academias fora do Reino Unido. Com o desempenho brilhante de Colin Firth, do qual mereceu o Oscar de Melhor Ator, conseguimos gostar do filme. Porém, somente o público que gosta de filmes de história, irá aprovar. Quem não gosta de longas que contam a história de uma personalidade do nosso mundo real, não recomendo o filme. Admito que assisti o filme mesmo por causa da Helena Bonhan Carter. Mas não me arrependo.

Alguns anos atrás, foi lançado o filme “A Rainha“, com a fabulosa Helen Mirren, contudo, o filme não se tornou sucesso. De certa forma, quem assistiu o filme não gostou do resultado. Eu, sinceramente, não gostei do filme. Achei que “A Duquesa“, com a Keira Knightley, um filme extremamente dramático,  muito melhor do que a auto bibliografia da Rainha Britânica em relação a morte da Princesa Diana. Devemos ver que esse filme rendeu a Mirren, um Oscar, mas em si, o filme não é bom.

O Discurso do Rei” vem para quebrar esse tabu de que os filmes relacionados à corte Britânica. Como disse anteriormente, a pessoa tem que gostar de filmes auto-biográficos. Já aviso, se não gosta, aconselho que não assista, pois não irá gostar. Contudo, o filme é uma verdade lição de superação. Isso resume praticamente todo o filme. A luta do então mais novo rei Albert, que assume o Reinado com o nome de Rei Jorge VI, contra a gagueira. O filme mostra a realidade que até então, poucas pessoas no mundo soubessem, o que eu, como exemplo, desconhecia. O filme é brilhantemente dirigido. Er, com atores do nível deles, é difícil um filme não ficar bom.

Já disse, mas creio que Colin Firth foi a estrela do filme. Ele conseguiu encarnar o personagem. A angustia, o desespero do que o Duque de York, Albert, passou. Claro que devemos dar créditos a Geoffrey Rush, que conseguiu se destacar muito bem. Claro que há a excêntrica Helena Bonham Carter, que conseguiu passar a todos a sensibilidade da Rainha Elizabeth.

Várias pessoas pensaram que o filme tratava sobre a história do já falecido marido da Rainha Elizabeth II, sim, essa que ainda é viva e reina no Reino Unido, mas não. A história tratada no filme é sobre o pai dela. Vemos a futura rainha ainda criança no filme. Quando Elizabeth II assistiu o filme, a mesma ficou “emocionada” pela interpretação de Colin Firth como seu pai. Creio que isso foi o melhor dos prêmios para Colin, pois se a filha do Rei disse tal coisa, ele não precisava de nenhum Oscar ou BAFTA para ter a sensação de missão cumprida.

Curiosidade: “O Discurso do Rei” teve grande repercussão. No Oscar, ele teve o total de 12 indicações, sendo um dos filmes que mais tiveram indicações em 2011. No Globo de Ouro, teve 7 indicações. No BAFTA, teve o total de 14 indicações. E ainda, teve 4 indicações no Screen Actors Guild Awards, que no Brasil não tem muita repercussão, mas nos EUA têm grande público desde os anos de 1995. É meus caros leitores, vocês viram que a lista é grande, mas vamos as categorias.

NO OSCAR

  • Melhor filme – The King’s Speech. ( Venceu );
  • Melhor diretor – Tom Hooper ( Venceu );
  • Melhor roteiro original – David Seidler ( Venceu );
  • Melhor ator – Colin Firth ( Venceu );
  • Melhor ator coadjuvante – Geoffrey Rush;
  • Melhor atriz coadjuvante – Helena Bonham Carter;
  • Melhor fotografia – Danny Cohen;
  • Melhor edição – Tariq Anwar;
  • Melhor trilha sonora original – Alexandre Desplat;
  • Melhor direção de arte – Eve Stewart e Judy Farr;
  • Melhor figurino – Jenny Beavan;
  • Melhor mixagem de som – Paul Hamblin, Martin Jensen e John Midgley.

NO GLOBO DE OURO

  • Melhor filme / drama – The King’s Speeh;
  • Melhor diretor – Tom Hooper;
  • Melhor ator / drama – Colin Firth ( Venceu );
  • Melhor atriz coadjuvante – Helena Bonham Carter;
  • Melhor ator coadjuvante – Geoffrey Rush;
  • Melhor roteiro – David Seidler;
  • Melhor trilha sonora original – Alexandre Desplat.

NO BAFTA

  • Melhor filme – The King’s Speech ( Venceu );
  • Melhor filme britânico – The King’s Speech ( Venceu );
  • Melhor diretor – Tom Hooper;
  • Melhor roteiro original – David Seidler ( Venceu );
  • Melhor ator – Colin Firth ( Venceu );
  • Melhor ator coadjuvante – Geoffrey Rush ( Venceu );
  • Melhor atriz coadjuvante – Helena Bonham Carter ( Venceu );
  • Melhor edição – Tariq Anwar;
  • Melhor fotografia – Danny Cohen;
  • Melhor música – Alexandre Desplat ( Venceu );
  • Melhor maquiagem – Frances Hannon;
  • Melhor figurino – Jenny Beavan.
  • Melhor desenho de produção – Eve Stewart e Judy Farr;
  • Melhor som – John Midgley, Lee Walpole e Paul Hamblin.

NO SCREEN ACTORS GUILD

  • Melhor performance por um ator em papel principal – Colin Firth ( Venceu );
  • Melhor performance por uma atriz em papel secundário – Helena Bonham Carter;
  • Melhor performance por um ator em papel secundário – Geoffrey Rush;
  • Melhor performance de um elenco em filme – Anthony Adrews, Helena Bonham Carter, Jennifer Ehle, Colin Firth, Michael Gambon, Derek Jacobi,Guy Pearce, Geoffrey Rush e Timothy Spall ( Venceu ).
    • Luciano S.A
    • 12 abril, 2011

    filmes de histórias..smpre me dá sono!!rsrsr
    Tanta indicação..tanta premiação…e o elenco é mesmo bom!!!

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: