O Caçador de Pipas

Eu imagino que todos vocês já devam ter ouvido falar das terríveis histórias de guerra que afligem e afligiram os países do oriente médio, como o Paquistão, o Iraque e o Afeganistão. E o “Caçador de Pipas” retrata exatamente isso: A vida de um garoto que tem uma bela vida em Cabul, capital do Afeganistão, e que de uma hora para outra vê-se de frente à uma guerra iminente, e como se isso já não bastasse um enorme conflito mental que envolve culpe, mentiras e redenção.

Sinopse:

O caçador de pipas é considerado um dos maiores sucessos da literatura mundial dos últimos tempos. Este romance conta a história da amizade de Amir e Hassan, dois meninos quase da mesma idade, que vivem vidas muito diferentes no Afeganistão da década de 1970. Amir é rico e bem-nascido, um pouco covarde, e sempre em busca da aprovação de seu próprio pai. Hassan, que não sabe ler nem escrever, é conhecido por coragem e bondade. Os dois, no entanto, são loucos por histórias antigas de grandes guerreiros, filmes de caubói americanos e pipas. E é justamente durante um campeonato de pipas, no inverno de 1975, que Hassan dá a Amir a chance de ser um grande homem, mas ele não enxerga sua redenção. Após desperdiçar a última chance, Amir vai para os Estados Unidos, fugindo da invasão soviética ao Afeganistão, mas vinte anos depois Hassan e a pipa azul o fazem voltar à sua terra natal para acertar contas com o passado. 

O personagem principal da história é um garoto chamado Amir. Amir tem um amigo/empregado chamado Hassan. Os dois só andam juntos e fazem tudo em parceria. Hassan e o pai trabalham parar Amir e o pai, e é muito feliz com o trabalho, visto que, ganha tudo do pai do amigo. E a vida corre muito bem, até o famoso Campeonato de Pipas; Amir e Hassan são os campeões e quando os dois estão voltando ocorre um fato muito pitoresco com Hassan para salvar Amir. Mas o fato é muito forte e muito grave e o que acontece com Hassan não é nada amigável e nem muito católico, e por esse incidente Hassan e o pai, Ali, acabam indo embora da propriedade de Amir. Resumindo, uma traição drástica.

O pai do protagonista fica muito triste com a partida dos “empregados”, tendo-se em mente que Ali e Baba (o pai de Amir) cresceram juntos. Com a partida dos empregados, um tempo depois, inicia-se uma Guerra no Afeganistão e Baba e Amir veem-se obrigados a partir de Cabul para salvarem suas próprias vida. Nessa jornada, eles enfrentam poucas e boas até chegarem aos Estados Unidos. Chegando lá, eles têm o padrão de vida totalmente reduzido, já que eram ricos no Afeganistão. Os dois precisam trabalhar muito para estabelecerem-se nos Estados Unidos. Por fim, Amir acaba se estabelecendo completamente nos E.U.A, e casa-se.

Todavia, o livro inicia-se com um pedido de Rahim Khan para retornar ao Afeganistão para libertar-se da grande culpa que carregava pela traição que havia feito com Hassan. Chegando ao Afeganistão, Amir descobre todas as coisas que se passaram após a sua partida do Afeganistão. O livro divide-se em períodos de datas, narrados pelo próprio Amir. Começando dos tempos atuais com o pedido de Rahim, retornando à época da infância, rumando para o período de fuga e dos Estados Unidos, todas as lutas e sacrifícios, o casamento de Amir, até o retorno para os dias atuais.

O livro é muito tocante e nos faz refletir sobre as nossas atitudes quanto aos nossos amigos, companheiros, e sobre as nossas verdadeiras amizades. Nos mostra também o que é a culpa e o que uma guerra faz conosco. É muito bonito para aqueles que querem conhecer um pouco mais sobre outras culturas e sobre como as coisas podem ser dependendo de algumas das nossas atitudes. ” O Caçador de Pipas”, além de um ótimo livro é o romance de estreia do autor Khaled Hosseini, então podemos esperar outras belíssimas histórias do autor.
O Romance também tornou-se um filme, filme este que quero assistir.

Recomendo muito que vocês leiam este livro, e espero que vocês gostem tanto quanto eu gostei. Vale muito a pena!

    • rogerio felix
    • 7 julho, 2011

    Parece ser um bom livro. Agora achei o seu texto muito confuso. Melhor ler o livro.

    • Sim, ficou um pouco confuso porque reorganizar a cronologia do livro é um pouco difícil, enfim, leia.

  1. Cadê toda a gente? Luciano, Richard, Camila…?
    I MISS YOU😥

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: