Sherlock Holmes

Quem nunca ouviu falar no detetive mais famoso de todos os tempos? Sherlock Holmes, um homem curioso, excêntrico, louco, metódico, exímio violinista, químico, cientista… E seu fiel escudeiro o Dr. John Watson. Há umas duas semanas atrás, tive a oportunidade de ler três livros de Sir Arthur Conan Doyle, o autor e criador desses maravilhosos personagens: “Um Estudo em Vermelho”, “O Signo dos Quatro” e “A Vampira de Sussex”.

“Um Estudo em Vermelho” é o romance de estreia de Sherlock Holmes. Nele, presenciamos o encontro entre Watson e Holmes. Além de que, vemos o desvendar de uma intrincada trama: Um homem é encontrado morto, sem ferimentos e cercado de manchas de sangue. Em seu rosto, uma expressão de pavor. O caso mostra-se extremamente complicado, mas não para Sherlock Holmes! O livro se divide em duas partes, sendo a primeira narrada por Watson, e a segunda parte o autor escreve um “conto” sobre o “Velho Oeste”. PS: Qualquer semelhança é mera coincidência, você vão saber do que estou falando quando ler o livro😉

Sinopse: O cadáver de um homem, nenhuma razão para o crime. É a primeira investigação de Sherlock Holmes, que fareja o assassino como um “cão de caça”. Lamentava-se de que “não há mais crimes nem criminosos nos nossos dias”, quando, nesse instante, recebe uma carta a pedir a sua ajuda — o cadáver de um homem foi encontrado numa casa desabitada, mas não há qualquer indício de roubo ou da natureza da morte. Sherlock Holmes não resiste ao apelo, mas sabe que o mérito irá sempre para a Polícia.
Um Estudo em Vermelho (1887), de Arthur Conan Doyle (1859- 1930), é a estreia de Holmes. A história foi editada pela primeira vez na revista Beeton’s Christmas Annual e logo fascinou inúmeros leitores, para quem o endereço do detective — 221B Baker Street, Londres — se tornou uma das ruas mais famosas da literatura. As deduções do investigador são narradas pelo seu amigo, o Doutor John Watson, uma espécie de Sancho Pança de Holmes.

Vale a pena comprar!

“O Signo dos Quatro” segue a mesma linha de “Um Estudo em Vermelho” só que desta vez temos uma moça chamada Mary Morstan pedindo ajuda aos nossos dois amigos: Sherlock e Holmes. Acontece que o pai da moça, um tenente do exército, desapareceu. E, quatro anos após a morte do pai, Mary começa receber a cada ano uma valiosa pérola. Depois de seis anos recebendo pérolas, a moça recebe um bilhete do mesmo remetente das preciosidades marcando um encontro. É aí que se desenrola uma belíssima trama, irresistível para quem gosta.

Sinopse: Nesse livro, o mais famoso detetive da história da literatura universal, Sherlock Holmes, tem um novo mistério para desvendar: quem matou Bartolomeu Sholto e levou o tesouro de Agra? Ao lado do dr. Watson, seu parceiro de investigação, Sherlock Holmes mais vez uma dará ao leitor uma amostra de astúcia e brilhantismo ao desvendar o caso.

Vale a pena baixar!

O livro que mais me chamou a atenção pelo título foi “A Vampira de Sussex”. Afinal, uma vampira? Eu tinha de conferir isso e foi muito… BOM! Um dos melhores livros de romance policial que já li. “A Vampira de Sussex e Outras Histórias” reúne uma extraordinária coleção de casos. Todos narrados pelo Dr. Watson, como de praxe, e solucionados de forma fabulosa por parte de Holmes.

Sinopse: Sherlock Holmes ainda hoje é um dos mais atraentes personagens dos romances policiais. Desvendar crimes que pareciam insolúveis até mesmo para a Scotland Yard, a famosa polícia inglesa, fez do seu nome um sinônimo de detetive . As fascinantes aventuras de Sherlock Holmes, escritas ao longo de quase quarenta anos, são agora apresentadas integralmente em nova tradução para o português, realizada por Antonio Carlos Vilela, autor de diversos livros juvenis de muito sucesso.

VALE A PENA LER TODOS!

    • Cláudia Silva
    • 30 setembro, 2011

    AHAHAHHAHAH! Com que então Sherlock Holmes!😉

    Bem, eu tenho em casa a coleção completa do detetive mais famoso da história, e já a li pelo menos 3 vezes! Os livros fazem parte da coleção “Vampiro Gigante”, e devem ter pelo menos 20 anos, poiis já eram dos tempos de adolescente do meu pai.

    Quando não tenho mais nada para fazer nas férias, costumo ler Sherlock Holmes.

    Sinceramente, ainda estou para descobrir como a frase “Elementar, meu caro Watson” ficou famosa, uma vez que só aparece em toda a colecção uma unica vez.

    A titulo de curiosidade, há algumas semanas li “O Nome da Rosa”, de Umberto Eco, e o autor inspirou-se em Sherlock para criar um dos personagens principais do livro. De fato, o frade Guilherme Baskerville é completamente igual ao detetive, tanto fisica como cognitivamente. As unicas diferenças que encontrei foi que o frade tinha muitos mais pelos no nariz e orelhas que o detetive, e este tocava violino, mas na época do frade tambem nao haviam violinos!😀

    RECOMENDO DEMAIS

    • Luciano S.A i´m back!!
    • 6 outubro, 2011

    Sherlock Holmes..sei q é mto famoso,mas nao conheço mto de suas histórias…
    ja ate tem em filme, e ainda nao assisti por inteiro!
    Parece ser tbm engraçado!

      • Cláudia Silva
      • 6 outubro, 2011

      Experimente ver um dos filmes. São muito engraçados.
      Algumas das histórias do Sherlok bem curtas, boas para quem nao costuma ler muito…

    • Paulo César
    • 21 maio, 2012

    Muitoo Legal,, Demais, Li o livro A Vampira de Sussex

    • bryan
    • 26 junho, 2012

    eu sei

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: