A Mulher de Preto.

Oi gente, tudo bem?

Eu escrevo a coluna semanal de filmes e série e queria saber qual é o gosto cinematográfico de vocês, o que vocês curtem de série também. Se possível deixem aqui nos comentários o que vocês já curtem e o que querem ver aqui no blog.

Bom, o filme de hoje é: A Mulher de Preto.

Acho que esse filme tinha muita expectativa de ser bom, principalmente pelos fãs de HP, por causa do Daniel Radcliffe e tal. O gênero do filme é “terror psicológico e drama” e o enredo que o filme traz é esse aqui:

Na Era eduardiana, o jovem advogado Arthur Kipps (Daniel Radcliffe) vive com seu filho de quatro anos de idade, Joseph (Misha Handley) e babá de seu filho (Jessica Raine). A esposa de Kipps Stella (Sophie Stuckey) morreu após o parto. Kipps é atribuído a lidar com a propriedade de Alice Drablow, dona de uma mansão inglesa conhecida como Eel Marsh House, onde vivia com seu marido, o filho Nathaniel, e sua irmã Jennet Humfrye (Liz White). Embora os moradores queiram que ele vá embora, Kipps faz amizade com Sam Daily (Ciarán Hinds), um rico fazendeiro e sua esposa Elisabeth (Janet McTeer).

Então, acontece o seguinte: Arthur está para ser demitido por não conseguir trabalhar direito desde a morte de sua esposa então o mandam para este caso, como uma punição e também como última chance de ficar no emprego. Ele tem que vender esta casa que parece estar amaldiçoada desde que Nathaniel, o filho da proprietária da mansão, morre afogado ao brincar. Todos os moradores da cidade acreditam na maldição e na “Mulher de Preto” que quando vista provoca o suicídio de uma criança.

Após ver “A Mulher de Preto” inúmeras vezes, Arthur com medo e zelando pelo seu filho, pede ajuda a Sam (um amigo que fez na cidade, o único) para que possa encontrar o corpo de Nathaniel e enterrar ao lado de sua mãe verdadeira. Ele acha que fazendo isso vai conseguir salvar o seu filho da maldição e bem, precisam assistir pra saber se ele consegue.

O filme é bom, não é o melhor filme de terror que eu já vi e tem muitos aspectos que podem ser melhorados. Mas é um filme com um enredo criativo e também instigante, espero que eles possam concertar os pontos negativos na sequência que eles anunciaram, que vai se chamar The Woman in Black: Angels of Death. 

Muitos dos meus amigos fãs de HP que viram o filme disseram que não gostaram do filme, mas acho que isso tem a ver com a relação que eles criaram com o personagem e o ator. Segue o trailer do filme e aguardo o comentário de vocês.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: