Confie no Autor

Bem, no mês passado Henrique, um dos autores daqui do blog, sugeriu que eu lesse Harlan Coben, um autor de romances policiais. Prontamente aceitei a sugestão, porque, quem me conhece já sabe, eu amo esse gênero literário. Sendo muito fã de Agatha Christie e Sir Arthur Conan Doyle. Então, por que não conhecer um novo autor?! Ele me emprestou dois romances: “Desaparecido para Sempre” e “Confie em Mim”. Lendo a sinopse dos dois, o primeiro me chamou mais atenção e foi o que li. Admito que não gostei nada do livro. Já o segundo, que não tinha uma sinopse tão boa, mostrou-se bem melhor que o primeiro. E é tão bom, tão bom, que resolvi vir resenhá-lo para vocês.

Preocupados com o comportamento cada vez mais distante de seu filho Adam – principalmente depois do suicídio de seu melhor amigo, Spencer Hill -, o Dr. Mike Baye e sua esposa, Tia, decidem instalar um programa de monitoração no computador do garoto. Os primeiros relatórios não revelam nada importante. Porém, quando eles já começavam a se sentir mais tranqüilos, uma estranha mensagem muda completamente o rumo dos acontecimentos:

Confie em Mim

“Fica de bico calado que a gente se safa.”

Perto dali, a mãe de Spencer, Betsy, encontra uma foto que levanta suspeitas sobre as circunstâncias da morte de seu filho. Ao contrário do que todos pensavam, ele não estava sozinho naquela noite fatídica. Teria sido mesmo suicídio?
Para tornar o caso ainda mais estranho, Adam combina ir a um jogo com o pai, mas desaparece misteriosamente. Acreditando que o garoto está correndo grande perigo, Mike não medirá esforços para encontrá-lo. Quando duas mulheres são assassinadas, uma série de acontecimentos faz com que a vida de todas essas pessoas se cruzem de forma trágica, violenta e inesperada.

O livro é escrito por “Harlan Coben (nascido em 4 de Janeiro de 1962) é um autor americano de livros. Os seus livros são do gênero “Mistério”, onde muitas vezes suas histórias envolvem casos de eventos não resolvidos no passado, como homicídios e acidentes fatais, onde até o fim do livro ocorrem diversas reviravoltas.”

A história inicia-se com o sequestro de uma mulher, em um bar. Em paralelo com o suicídio de um garoto chamado Spencer Hill. A princípio, somos postos com várias histórias sem nenhuma conexão aparente. Apenas assassinatos, suicídios e a vida de famílias de classe média. Mas a “história principal” chega ao seu estopim com o desaparecimento de Adam Baye, o que desencadeará e puxará todos os fatos seguintes da história.

Com toda a certeza a história como um todo chamou a minha atenção. Mas não foi só isso. Há uma espécie de subtítulo no livro que diz “Até onde você iria por amor à sua família?” E é, sem dúvida nenhuma, esse o pilar sobre qual é construído o livro.

Somos confrontados, em nosso íntimo, com situações que a princípio julgamos banais, “de má índole” e que dizemos: “Ah não, eu não faria isso”. Mas será mesmo? Um assassinato pode ser cometido a fim de proteger um familiar, uma promessa pode ter sido feita… Quem sabe?! Podemos mentir apenas porque não queremos que nosso filho seja posto em uma enrascada. São coisas que realmente nos fazem refletir.

Uma das frases que mais me chocaram e chamaram a minha atenção, para com a veracidade que ela portava, foi: “Quem realmente sente a morte de alguém não sai por aí alardeando seu luto; as grandes dores são vividas no íntimo.“. Porque isso me fez refletir sobre algumas atitudes que estavam sendo tomadas ao meu redor e talvez te faça refletir também.

Enfim, se você procura uma história bem estruturada, instigante, que te faça querer continuar a leitura com um apetite maior e voraz a cada página, você procura por “Confie em Mim”. E acredite, tudo está interligado, e a resolução será dada de uma forma que você não tem a menor ideia. Leia, divirta-se e reflita, pois querendo ou não, o livro te deixará em um estado de reflexão. Com certeza, em uma escala de cinco, ele leva quatro estrelas. E um conselho: Abandone seus paradigmas e conceitos. Ponha-se sempre no lugar de cada personagem.

    • Bianca Argollo.
    • 15 outubro, 2012

    Harlan Coben, é, na minha opinião um dos melhores escritores da atualidade. Sou fã desse gênero, e ele, junto com Dan Brown, são os reis do mistério atual haha. Enfim, adorei sua crítica, achei ela fiel ao livro, e com os detalhes que devem ser lembrados. Obs: Tenho a coleção dos livros que já foram traduzidos completa, se quiser estou à disposição, rs.

    • Deixa eu te dizer uma coisa: Eu vou querer. haha’

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: