As Senhoras do Destino

As Moiras são três deusas da primeira geração, filhas de Nyx e Érebo, dividem a função de “controlar o Destino”. Cloto segura e tece o fio da vida, e atua como deusa dos partos; Láquesis puxa e enrola o fio, e é responsável pela fortuna, ganhos, sorte em vida e Átropos é aquela que corta o fio, atuando também como uma deusa da morte.

As três senhoras, quanto ao “trabalho”, são munidas da Roda da Fortuna, aquela que determinará os altos e baixos da vida do ser humano, e quiçá dos deuses. Sim, porque frente ao poder das Moiras, nem o poderoso Zeus poderia sequer exercer influência. A vontade delas realmente é a lei.

Na Ilíada, elas desempenharam um papel fundamental para com o desfecho de toda a história, e também para com seu início.

Há uma questão meio controversa com relação a Moros e às Moiras. Moros é o próprio Destino, a sua personificação, representado como uma entidade cega, tendo os pés sobre a Terra, e nas mãos as estrelas e um cetro. Alguns afirmam que Moros e as Moiras atuam juntos com relação ao destino, e outros que as Moiras são uma espécie de trindade do Destino. Eu, particularmente, fico com a primeira versão.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: