As Titânides

As Titânides, na Mitologia Grega, são as seis filhas de Gaia e Urano. São irmãs dos Titãs e 6 ao todo. Falarei um pouco sobre cada uma delas.

Teia

Teia é a primeira titânide e não tem um mito próprio. Apenas sabe-se sobre esta deusa que ela foi desposada por seu irmão, Hipérion, e que com ele gerou três  deuses: Hélio, o antigo deus do sol; Selene, a antiga deusa da lua e Eos, a aurora.

Reia

Reia é a Rainha Titânide, aquela qual Cronos desposou e que reinou durante a Era de Ouro. Foi ela um dos pivôs para a salvação do pequeno Zeus, do triste destino de seus outros irmãos. É concebida como uma deusa da fertilidade assim como sua mãe, Gaia, e também assimilada no culto da cabeça (no que diz respeito à loucura e tal). É tida como uma deusa forte e uma das deusas-mãe. Tem como animal símbolo o leão e é representada numa carruagem puxada por esses animais. 

Têmis

A titânide Têmis é tida e associada como a deusa da justiça. Guardiã dos juramentos humanos e da lei. Foi a segunda esposa de Zeus e com ele foi mãe das Horas, as musas responsáveis pelas estações do ano. Sendo elas Eunômia, Diké e Irene. Foi criada pelas Moiras, juntamente com sua prima Nêmesis. Foi com elas que ambas aprenderam todo o senso de justiça e da ordem natural das coisas. Talvez e provavelmente por causa disso, a esfera de atuação das duas deusas, Têmis e Nêmesis, sejam tão parecidas. É uma das deusas mais sábias e sua influência no Olimpo era bastante significativa, principalmente em reuniões. Foi ela quem instruiu Deucalião e Pirra no que concerne ao repovoamento da humanidade após o dilúvio. Além de muito sábia, Têmis foi a segunda a presidir o Oráculo de Delfos.

Mnemosine

Mnemosine é a titânide da memória, aquela que preserva do esquecimento. Foi uma espécie de consorte de Zeus, e com este gerou nove deusas, as musas: Calíope – a musa da poesia épica, Clio – musa da história, Érato – da poesia romântica, Euterpe – a musa da música, Melpômene – tragédia (essa daí, sem dúvida alguma, inspirou muito os gregos), Polímnia – musa dos hinos, Terpsícore – a musa da dança, Tália – comédia e Urânia – a musa da astronomia. Naquela época, memória era sem dúvida uma coisa muito importante, imaginem o quanto esta deusa não devia ser cultuada.

Febe

Febe é considerada a mais bela dentre as titânides, chamada “a coroada Febe”. É provável que seja a primeira deusa da lua, principalmente da lua cheia. Seu nome significa “brilhante”, epíteto este que foi emprestado a seu neto, Apolo, que passou a ser chamado Febo-Apolo. E por falar em emprestar, Febe foi quem presenteou a Apolo com o Oráculo de Delfos, sendo ela a terceira a presidi-lo. Foi casada com seu irmão, Hipérion, e com ele gerou Leto, deusa do anoitecer, mãe de Ártemis e Apolo; e Astéria, uma antiga deusa estelar, que era cortejada por Zeus insistentemente. Para fugir da perseguição do Senhor do Olimpo, esta transformou-se em uma ave e atirou-se ao mar, originando uma cidade que posteriormente chamaria-se Delos, onde Leto pariu seus filhos. Foi a mãe de Hécate.

Tétis

A titânide caçula. É comumente confundida com a nereida, mãe de Aquiles, que possui o mesmo nome que o seu, Tétis. A Tétis Titânide foi cônjuge de Oceano e com ele gerou as três mil Oceânides, ninfas das profundezas do mar e do oceano. A titânide era uma divindade marinha e representava a fecundidade do mar, suas filhas geraram três mil rios. Foi esta deusa quem cuidou de Hera.

  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: